sábado, 3 de julho de 2010

Mulher

Tenho cabelo tingido, adoro moda, amo maquiagem, gosto de ler blogs fashionistas, faço as unhas toda a semana, me ligo em tendências, uso salto alto, adoro um espelho e passo horas escolhendo uma roupa para ir ao shopping.

Por todas essas características, tenho TPM, me irrito fácil, choro sem saber por que, brigo, me desespero e sou dramática. Posso parecer frágil e indefesa, mas não pise no meu calo, porque eu saio do controle e surto mesmo.

Eu falo entrelinhas. O que eu digo, nunca é o que parece. E eu tenho crises inesperadas. Sou mulher e como qualquer uma, sou frágil.

Não finjo ser uma estranha para me sentir diferente. Eu gosto mesmo é de ser eu e viver de acordo com as minhas necessidades.  Deve parecer que exagero. Mas sou uma genuína mulher. E isso é um fato inegável.

''(...) se você não sabe lidar com o meu pior, então com certeza, você não merece o meu melhor!''
[Marilyn Monroe]

2 comentários:

  1. Gostei muito do texto, me identifiquei!!!!! Ser como se é de fato as vezes é difícil, mas é um deleite quando se consegue.

    ResponderExcluir
  2. Com certeza. E as vezes, tudo o que queremos é nos jogar as nossas 'futilidades' e sermos feliz.

    ResponderExcluir