terça-feira, 10 de julho de 2012

''We can live like Jack and Sally if we want''



Eu gosto do seu cabelo bagunçado, dos seus olhos quando brilham e do jeito que você morde os lábios. A maneira que você sorri e encara a vida ao meu lado como se nos conhecessemos ha séculos, me abraça por trás e segura em suas mãos o meu mundo. Me faz segura. E consegue ser tão homem, tão menino e tão frágil ao mesmo tempo... Tão meu. E sorrio sozinha pelos cantos lembrando que eu engasguei, perdi o ar e fiz papel de idiota tentando te dizer aquilo. Mas você sabe. Sempre soube. E soube que meu coração dispararia enquanto minha cabeça rodava e você dizia. Eu, sempre cheia de dúvidas, e você sempre tão decidido. E você disse no meu ouvido, naquela noite chuvosa enquanto me abraçava: "você ainda vai ser minha" e novamente um coração queria pular pela boca direto pra dentro do teu peito. E foi aí que eu passei todas as horas seguintes pensando em como seria viver com você e em como seria ser sua. E eu apenas quis. Quis tanto. E eu fui. E eu sou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário